sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Resenha > "A Hospedeira", de Stephenie Meyer




Título: A Hospedeira

Autora: Stephenie Meyer
EditoraIntrínseca
Páginas: 560
Edição: 
2009
Classificação: 4/5


Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.

Quando Melanie, um dos humanos “selvagens” que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a “alma” invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.

Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por aquele humano, a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.





"Não estes olhos. Meus olhos. Esta sou eu agora."

PG > 13


A Stephenie Mayer mais uma vez inovou com sua escrita diferente mais inovadora, em A Hospedeira o triangulo amoroso que é formado por dois corpos inova com uma narração que sai do convencional, um só corpo tem duas opiniões que algumas vezes se divergem mais se unem para salvar o corpo e amigos que faram na jornada.

A historia começa com Melanie que ainda não foi capturada pelas almas mais o destino faz com que para ajudar os outros sai do esconderijo e seja capturada e Peregrina seja inserida em seu corpo, suas memorias, seus amores, sua vida Peregrina pensa que é sua mais Melanie não sumi o esta lá é não deixara ser dominada tão fácil.

"Sim. Ela também estava calma. Isso, a morte, era mais fácil de aceitar do que a compreensão de que nossos esforços haviam sido guiados pela insanidade." 

PG > 105



Com uma narrativa fácil envolvente e bem escrita Stephenie Meyer mais uma vez fez com que eu seja motivado a ler sua obra e fazendo com que consiga uma opinião formada a respeito do livro que e uma otina leitura ate que muitos achem ao contrario mais valeu os dias que eu viajei em uma distopia diferente das que eu já li.



Vi boatos faz um tempo que a escritora iria fazer mais dois livros e transformar o livro em uma trilogia acho que seria uma boa ideia pois ficou alguns pontos sem serem solucionados agora e só esperar para ver sé os boatos serão verdades. 



"- Está vendo? É isso o que estou dizendo. Corpo e alma. Duas coisas diferentes, no meu caso."

PG > 351 

O Livro tambem conta com duas capas a original e a capa do filme vocês podem ver abaixo as duas e falar qual vocês preferem, eu mesmo gosto da original por ter mais a ver com toda a historia descrita.



Então e isso pessoal só esperar novas resenhas e novidades que virão por ai.
FUI!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário