quinta-feira, 9 de julho de 2015

Projeto: Lendo os Abandonados - Resenha: PUROS de Julianna Baggott

Olha, eu sofri para terminar este livro.
Bom dia para todo mundo que sofre com alguma leitura que você começa e já percebe que não é muito sua praia. No meu caso foi PUROS da Julianna Baggott, eu fui burro por ver spoiler sobre ele, e isso me desmotivou de um ponto que o livro ficou lá nos confins da minha estante.

Ano passado eu comecei um projeto ( vejam aqui do que eu estou falando ) que se resume em ler os livros que você abandonou. Comecei o projeto por Puros e hoje vocês verão a minha resenha sobre o livro e todas as minhas opiniões que de um certo ponto foram positivas.




Título: Puros
Autora: Julianna Baggott
EditoraIntrínseca
Páginas: 368
Edição2012
Classificação: 3/5

Sinopse: Pressia pouco se lembra das Explosões ou de sua vida no Antes. Deitada no armário de dormir, nos fundos de uma antiga barbearia em ruínas onde se esconde com o avô, ela pensa em tudo o que foi perdido — como um mundo com parques incríveis, cinemas, festas de aniversário, pais e mães foi reduzido a somente cinzas e poeira, cicatrizes, queimaduras, corpos mutilados e fundidos. Agora, em uma época em que todos os jovens são obrigados a se entregar às milícias para, com sorte, serem treinados ou, se tiverem azar, abatidos, Pressia não pode mais fingir que ainda é uma criança. Sua única saída é fugir. Houve, porém, quem escapasse ileso do Apocalipse. Esses são os Puros, mantidos a salvo das cinzas pelo Domo, que protege seus corpos saudáveis e superiores. Partridge é um desses privilegiados, mas não se sente assim. Filho de um dos homens mais influentes do Domo, ele, assim como Pressia, pensa nas perdas. Talvez porque sua própria família se desfez: o pai é emocionalmente distante, o irmão cometeu o suicídio e a mãe não conseguiu chegar ao abrigo do Domo. Ou talvez seja a claustrofobia, a sensação de que o Domo se transformou em uma prisão de regras extremamente rígidas. Quando uma frase dita sem querer dá a entender que sua mãe pode estar viva, ele arrisca tudo e sai à sua procura. Dois universos opostos se chocam quando Pressia e Partridge se encontram. Porém, eles logo percebem que para alcançarem o que desejam — e continuar vivos — precisarão unir suas forças.

Resenha:

Nesta obra vemos nosso planeta como um lugar sem vida, isso aconteceu depois de uma explosão que não só acabou com nossa flora e fauna, mas também fundiu as pessoas com objetos e seres vivos. Pressia que é nossa heroína nesta serie, era uma criança quando os fatos já falados aconteceram, era uma criança em um aeroporto que segurava sua boneca, mas com a explosão a boneca foi fundida em sua mão. Pressia não foi a única que isso aconteceu, pois todos que estavam fora do Domo foram fundidas com pássaros, crianças, com a própria terra entre muitos outros casos. O Domo e o lugar que os Puros vivem, são pessoas que estavam abrigadas no dia da explosão e não foram fundidas com nada.

Anos se passaram e o Domo não ajudou as pessoas que estavam fora dos seus muros, mas o jovem Partridge, que é um Puro está disposto a sair de um lugar seguro para poder encontrar sua mãe que não entrou com ele, seu irmão e seu pai para dentro do Domo. Partridge arquiteta um plano para fugir, envolvendo pessoas inocentes que depois sofrem nas mãos do pai dele que por acaso é como o presidente do Domo

O destino faz com que Pressia e Partridge se encontrem depois de um fato banal para os tempos narrados no livro ( heheheh ). Pressia decide ajudar Partridge em sua jornada para encontrar sua mãe, que pode ser que nem esteja viva depois destes longos anos. Nossa heroína então recorre a ajuda de Bradwell que é um amigo dela, ele vira uma peça importante para a missão. Bradwell para mim é o melhor personagem da trama, pois é um sobrevivente com experiência e sabedoria de um grande líder, no começo ele não é tão agradável mas aos poucos vamos percebendo ele virar uma pessoa que muitos poderão amar.

O livro se resume a isso, os três tentando encontrar a mãe de Partridge, mas sofrendo com muitos obstáculos pela frete, pois o Domo não quer que isso aconteça e sem falar ainda dos monstros que são pessoas fundidas com X outras coisas.

A narrativa da autora é boa, pois ela consegue fazer com que nos tenhamos vontade de continuar a sua leitura para ver o final desta obre distópica e fantástica. 

Vocês devem então estar se perguntando porque eu não gostei do livro depois de ter só falado coisas boas sobre ele, simples e porque eu li um spoiler antes que chegar ao final do livro. MEU DEUS esse spoiler fez eu perder toda a vontade de continuar a leitura, não tinha mais graça depois disso. Não irei falar esse spoiler, pois vocês descobriram do que eu estou falando quando lerem o livro ( ehheheh ).

Esta foi a resenha de Puros que foi o primeiro livro finalizado deste projeto, daqui a alguns dias eu postarei qual vai ser o próximo livro do Lendo os Abandonados.

Fui 

Ps: Me sigam nas redes sociais. 

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Leituras da semana na Maratona Literária de Inverno 2015!


Oi pessoas, vou fazer um post toda segunda-feira atualizando vocês sobre as leituras que vou começar na semana e sobre os livros que eu já conclui para a maratona.
Na primeira semana eu escolhi começar com 3 livros, que são:

• Comece e/ou termine uma série, trilogia ou duologia;




• Um livro que já virou ou vai virar uma adaptação cinematográfica;




• Semana 1: Fantasias, Distopias e/ou Ficção Científica;


Na próxima segunda-feira postarei um devolutiva das minhas leituras. Espero conseguir ler muito mais que só estes três livros ( hehehe ) na primeira semana da maratona. 
Para quem quer ficar sabendo  qual livro estou lendo e todas as novidades da minha semana me sigam no Twitter e no Instagram.

Ps.: Para quem não sabe o que é a maratona literária click aqui.
Ps2.: Vou tentar fazer logo após a finalização da leitura, a resenha sobre o livro.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Leituras do Mês: Junho de 2015 #05

Depois de longos 10 meses vou voltar a postar minhas leituras do mês. No mês de Junho eu li 10 livros que vocês poderão ver agora.



Autor - David Walliams

Editora - Intrínseca
Páginas - 192

Sinopse: A vida de Dennis não é nenhum mar de rosas: ele foi abandonado pela mãe, não se entende com o irmão, o pai está deprimido e, para piorar, há uma regra em casa que proíbe abraços. Só duas coisas o fazem feliz: jogar futebol e olhar vestidos bonitos. Ele é o atacante do time do colégio e adora a revista Vogue. Durante uma detenção, Dennis conhece Lisa, a menina mais bonita da escola e que também se interessa por moda. Os dois se tornam amigos e passam a se encontrar na casa dela. Até que um dia ela o convence a pôr um vestido e ir à aula fingindo ser uma aluna de intercâmbio.É nesse momento que a vida chata e comum de Dennis se transforma em algo extraordinário.






Autor - David Walliams 



Editora - Intrínseca
Páginas - 224



Sinopse: Novamente, David Walliams brinda os jovens leitores com seu humor sem limites e uma inacreditável criatividade. Em Sr. Fedor, conhecemos Chloe, que certamente poderia ganhar o título de menina mais solitária do mundo. Então ela conhece o Sr. Fedor, um mendigo que vive em seu bairro. É, ele fede um pouco, mas é a única pessoa neste mundo que é legal com ela.











Autora - Anna Banks

Editora - Novo Conceito
Páginas - 288

Sinopse: Além da beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e seus olhos cor de violeta, Emma chama a atenção por ser um pouco desajeitada.
Ela não se sente muito à vontade em lugar nenhum... e não sabe que sua misteriosa origem é a fonte dessa sensação.
Galen, príncipe dos Syrenas, vasculha a terra procurando uma garota especial, capaz de se comunicar com os peixes — e que poderá salvar seu reino. Quando ele se encontra com Emma, a conexão é imediata: embora não saiba, Emma parece ter o dom que Galen procura. Mas, então,
por que ela não conseguiu salvar sua melhor amiga do ataque do tubarão?
Cabe ao príncipe convencer a teimosa Emma a enfrentar sua real natureza e aceitar o desafi o. E nada pode impedi-lo de alcançar seu objetivo.







Autora - Julianna Baggott


Editora - Intrínseca
Páginas - 368

Sinopse: Pressia pouco se lembra das Explosões ou de sua vida no Antes. Deitada no armário de dormir, nos fundos de uma antiga barbearia em ruínas onde se esconde com o avô, ela pensa em tudo o que foi perdido — como um mundo com parques incríveis, cinemas, festas de aniversário, pais e mães foi reduzido a somente cinzas e poeira, cicatrizes, queimaduras, corpos mutilados e fundidos. Agora, em uma época em que todos os jovens são obrigados a se entregar às milícias para, com sorte, serem treinados ou, se tiverem azar, abatidos, Pressia não pode mais fingir que ainda é uma criança. Sua única saída é fugir.
Houve, porém, quem escapasse ileso do Apocalipse. 
Esses são os Puros, mantidos a salvo das cinzas pelo Domo, que protege seus corpos saudáveis e superiores. Partridge é um desses privilegiados, mas não se sente assim. Filho de um dos homens mais influentes do Domo, ele, assim como Pressia, pensa nas perdas. Talvez porque sua própria família se desfez: o pai é emocionalmente distante, o irmão cometeu o suicídio e a mãe não conseguiu chegar ao abrigo do Domo. Ou talvez seja a claustrofobia, a sensação de que o Domo se transformou em uma prisão de regras extremamente rígidas. Quando uma frase dita sem querer dá a entender que sua mãe pode estar viva, ele arrisca tudo e sai à sua procura.
Dois universos opostos se chocam quando Pressia e Partridge se encontram. Porém, eles logo percebem que para alcançarem o que desejam — e continuar vivos — precisarão unir suas forças.




Autor - Flávio Braga


Editora - Best Seller
Páginas - 160

Sinopse: O Imperador Nero foi o responsável pelo suicídio de Petrônio. O grande autor foi vítima de intrigas palacianas, mas o texto que escreveu sobre o submundo de Roma sobreviveu e alçou seu nome à eternidade. O romance Satíricon serve de base para Flávio Braga recriar o dia em que Petrônio morre. Uma Roma de espetáculos sangrentos entre gladiadores e escravos e onde as casas de banho se assemelhavam muito às saunas gays de nossas grandes cidades.
As aventuras de dois marginais pela noite romana conduzem o leitor aos diversos níveis da vida do povo na Antiguidade, quando o valor da vida e dos prazeres estava muito ligado ao poder total das elites.



Autor - Gil Vicente


Editora - Ateliê Editorial
Páginas - 134

Sinopse: A Farsa de Inês Pereira é considerada a mais complexa peça de Gil Vicente. Ao apresentá-la, o teatrólogo português diz: "A seguinte farsa de folgar foi representada ao muito alto e mui poderoso rei D. João, o terceiro do nome em Portugal, no seu Convento de Tomar, na era do Senhor 1523. O seu argumento é que, porquanto duvidavam certos homens de bom saber, se o Autor fazia de si mesmo estas obras, ou se as furtava de outros autores, lhe deram este tema sobre que fizesse: é um exemplo comum que dizem:

Mais vale asno que me leve que cavalo que me derrube.

E sobre este motivo se fez esta farsa.




Autora - Janna Black


Editora - Universo dos Livros
Páginas - 296

Sinopse: Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés em Avalon, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie.
.Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance… Até ter uma.
Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar, muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal.




Autora - Janna Black


Editora - Universo dos Livros
Páginas - 280

Sinopse: Magia, ilusão, ameaças... Dana descobrirá o preço da liberdade O reino de Avalon nunca mais será o mesmo. Um grupo de caçadores bárbaros liderados pelo poderoso Erlking está a caminho do reino e promete causar a destruição total do único lugar em que humanos e feéricos convivem em harmonia. Porém, nem tudo está perdido. Dana Hathaway, uma faeriewalker com a capacidade rara de viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia ao reino de Faerie, é obrigada a selar um pacto sombrio com o Erlking, que pode colocar a perder todos os seus poderes, deixando-a vulnerável perante um inimigo sedutor. Magia, sedução e muito suspense estarão presentes na vida de Dana, que nunca mais será a mesma...




Autora - Janna Black


Editora - Universo dos Livros
Páginas - 344

Sinopse: Sirensong é o terceiro livro da série Faeriewalker. Neste volume, Dana é convidada a ir a Faerie para ser oficialmente apresentada à Corte Seelie. Porém, Titânia, a rainha, a quer morta. O convite não pode ser recusado e Dana, seu pai e seus amigos rumam a uma viagem cercada de perigos, ataques, ameaça e medo. Será que ela conseguirá vencer esses desafios? Uma saga surpreendente, recheada de aventuras e romance. 






Autora - Marian Keyes


Editora - Bertrand Brasil
Páginas - 160

Sinopse: Cheio de humor, cheio de lágrimas, cheio de emoção e de vida. Depois de histórias que envolviam suas cinco filhas Claire, Margaret, Rachel, Anna e Helen , faltava um livro que trouxesse as palavras da matriarca de uma das famílias mais divertidas da literatura. Em Mamãe Walsh - Pequeno Dicionário da Família Walsh, Marian Keyes apresenta mais um exemplo que explica porque ela se tornou a maior escritora de chick-lit do planeta. A obra traz uma compilação de expressões que fazem o leitor compreender ainda melhor essa inusitada família. Em cada uma delas, a chefe do clã narra acontecimentos que ilustram o tema, como H de Homens de verdade, em que ela conta as aventuras com grandes exemplares do sexo masculino; ou C de Cozinha, com histórias sobre o dom culinário dos Walsh. Mamãe Walsh produzirá no leitor lembranças de cada um dos títulos anteriores de Marian, de Melancia a Chá de sumiço, causando identificação instantânea: quem nunca passou por situações loucas na vida? Um livro que convida todos a se divertirem mais uma vez com esses incríveis personagens. São páginas repletas de humor e sagacidade, como somente Marian Keyes é capaz de escrever.

E estas foram minhas leituras no mês de Junho.
Fui.